24 semanas de gravidez: o desenvolvimento do feto e as sensações de uma mulher

A partir do momento da gravidez, o sexto mês está chegando ao fim - a 24ª semana é a sua última semana. O segundo trimestre continua, o que é chamado por muitas mulheres de um dos momentos mais tranquilos e agradáveis ​​da gravidez. Ainda há um tempo decente antes do parto, que já pode ser dedicado à preparação para uma reunião com um bebê crescendo no útero.

Feto com 24 semanas de gestação

A essa altura, o bebê já cresceu e praticamente se formou: o feto na 24ª semana de gestação parece quase como a mãe vê depois do nascimento. É verdade que o corpinho do bebê ainda é bastante fino: o bebê ainda está acumulando reservas de gordura. Mas agora o feto já atinge cerca de 600 g e seu crescimento é de cerca de 30 cm e, ao mesmo tempo, às 24 semanas, o corpo do bebê começa a produzir independentemente o hormônio do crescimento - a partir desse momento o feto cresce ativamente e ganha peso.

Praticamente todos os órgãos e sistemas na 24ª semana de gestação do bebê são formados, agora eles estão melhorando cada vez mais. O sistema respiratório termina sua formação: a árvore brônquica é totalmente formada, os pulmões são cobertos com uma substância especial, sufrakant, que no futuro evitará a secagem e o fechamento dos sacos capilares durante a inalação.

O feto na 24a semana da gravidez pode gabar-se do trabalho que funciona bem do suor e glândulas sebaceous. E também - ranhuras formadas no cérebro e convoluções.

Juntamente com a melhora do cérebro, os órgãos sensoriais do bebê e seus reflexos também são melhorados. O bebê já pode ouvir, apertar os olhos a uma luz brilhante, distingue o sabor do líquido amniótico, experimenta as emoções que lhe são transmitidas pela mãe. Apesar do fato de que o feto com 24 semanas já é bastante grande e há cada vez menos espaço para ele na barriga da mãe, ele ainda está interessado no mundo ao seu redor: ele empurra as mãos e as pernas nas paredes do útero, cai no líquido amniótico, agarra cordão umbilical e sente com alças.

Curiosamente, nesta fase, o bebê já desenvolveu um modo de sono e vigília, além disso, alguns cientistas afirmam que o feto na 24 ª semana de gravidez já tem sonhos! É claro que, na maioria das vezes, o bebê está em um estado de sono que, como nos adultos, é dividido em duas fases - rápido e lento.

E quando não está dormindo, o bebê é cada vez mais sensível ao mundo exterior e responde às emoções experimentadas pela mãe. Então, em resposta a um som alto, o bebê estremece. Também reage ao susto da múmia - começa a se mover incansavelmente, e essa mamãe sente o movimento suficientemente.

Assim, à medida que o bebê cresce, seus movimentos se tornam mais distintos, não apenas porque o bebê reage aos sons e à luz ao seu redor, mas também devido a uma diminuição de seu lugar no útero. Ele ainda tem a oportunidade de rolar e cair, o que ele usa ativamente, deixando a mãe saber de si mesma.

Os sentimentos na 24ª semana de gestação são cada vez mais agradáveis ​​- a mulher sente-se praticamente já abraçada por sua mãe, cheia de alegria e impaciência em encontrar seu bebê. No entanto, apenas agora o ganho de peso pode afetar: além das sensações agradáveis ​​experimentadas, problemas com a bexiga, a digestão e os movimentos intestinais, dores de cabeça, peso e fadiga nas pernas são possíveis.

A quantidade predominante de sensações que a futura mãe está experimentando neste estágio (e, de fato, durante toda a gravidez) está associada com o crescimento do bebê e, consequentemente, um aumento no útero. Assim, o útero com 24 semanas de gestação sofre alterações subseqüentes, aumentando cada vez mais em tamanho: o fundo do útero é agora determinado ao nível do umbigo. O canal cervical é preenchido paralelamente com um tampão mucoso espesso, que desaparecerá imediatamente antes do nascimento.

O útero em 24 semanas da gestação já pode contrair-se irregularmente e praticamente sem dor. Essas são as chamadas contrações de Braxton-Hicks, ou falsas contrações, por meio das quais o útero “treina” para contrair e relaxar, o que é necessário durante o parto. Contrações falsas, se o fazem, e periodicamente, de tempos em tempos, não são acompanhadas por nenhum tipo de dor severa. Se o útero com 24 semanas de gestação começar a se contrair regularmente, e as contrações forem acompanhadas de dor e, principalmente, secreção aquosa abundante, uma ambulância deve ser chamada com urgência: tais sintomas indicam o início do trabalho de parto prematuro.

Em paralelo com o crescimento do útero, o abdômen de uma mulher grávida também aumenta. A barriga na 24ª semana de gestação já está visivelmente redonda e subiu, a gravidez está se tornando cada vez mais perceptível. Com o aumento do abdome, a pele se estica e os vasos aparecem no abdome. Em conexão com a tensão da pele, o estômago geralmente começa a coçar, listras arqueadas aparecem na pele - estrias ou de acordo com as “estrias” científicas. Após o nascimento de um bebê com estrias é muito difícil lutar, é muito mais fácil prevenir a sua formação. Para fazer isso, hoje existem muitos meios diferentes de estrias para mulheres grávidas, que podem ser facilmente compradas em uma farmácia ou em uma loja especializada. É aconselhável usar cremes ou géis regularmente - 1-2 vezes por dia, após o banho, esfregando-os com movimentos de massagem na pele, não só do abdómen, mas também dos seios e coxas.

Dor na 24ª semana de gravidez

No final do sexto mês, grandes mudanças ocorreram no corpo da mulher devido ao crescimento gradual do bebê. O organismo é maximamente adaptado para carregar um bebê e dá toda a sua força para a preservação da pequena vida crescente. Neste contexto, uma mulher muitas vezes sente algum desconforto - certas dores durante a 24ª semana de gravidez.

As mães mais "populares" chamam de dor na 24ª semana de gravidez na parte inferior das costas e nas costas. Isso é resultado do aumento do abdome, do deslocamento do centro de gravidade e do amolecimento dos ligamentos de suporte. É possível e necessário evitar a dor na parte inferior das costas e nas costas - mesmo antes da gravidez, fortalecendo os músculos das costas, e mesmo durante a gestação do bebê, recorrendo a exercícios de ginástica para gestantes. A dor na 24ª semana de gestação, implantada na região lombar e nas costas, indica ambiguamente: os calcanhares devem ser abandonados o mais breve possível.

O que acontece na 24ª semana de gravidez

24 semanas de gravidez é a primeira semana do sexto mês obstétrico, e no final do quinto mês de gravidez, o segundo trimestre de gravidez. Neste período, é importante manter um estilo de vida saudável e aderir ao regime diário, uma vez que o seu bem-estar e a condição geral e o bem-estar do feto dependem dele. Devido à saturação do sangue da mãe com oxigênio, ocorre um desenvolvimento ativo do sistema nervoso e do tecido pulmonar. Gradualmente, o peso corporal aumenta e você precisa descansar mais vezes, para não sentir peso nas pernas e fadiga. Para evitar alterações nas veias e inchaço das pernas, muitas vezes, elevá-los à elevação, controlar o ganho de peso e a quantidade de líquido que você ingere.

Seu estômago ficou visivelmente abaulado, devido ao aumento do fundo do útero, torna-se mais difícil respirar, problemas de digestão e desconforto - azia, constipação, cólicas, inchaço, etc. O útero está se preparando ativamente para o parto prematuro, e contrações falsas de Braxton-Higgs podem ocorrer. Eles não são perigosos, indolores, irregulares e gradualmente preparam o útero para mais contrações reais. Se as falsas contrações causarem desconforto, você deve se deitar para relaxar e ouvir atentamente o corpo. Se as contrações ocorrerem regularmente, ocorrer uma descarga dolorosa ou sanguinolenta da vagina, chame uma ambulância imediatamente.

Nesse período, a fadiga pode se juntar gradualmente, por isso você precisa fazer intervalos para descanso com mais frequência. Se possível, você precisa dormir durante o dia. Neste período, a troca no corpo de glicose muda, é ativamente gasta nas necessidades da criança e da mãe, por isso é importante controlar o nível de glicose no sangue. Se a glicose estiver elevada no sangue e aparecer na urina - pode ser um precursor do diabetes mellitus em mulheres grávidas, vale a pena ser examinado por um endocrinologista e corrigir a dieta. Diabetes gestacional aumenta o risco de complicações durante o parto, pode levar ao excesso de peso no bebê, redução da pressão e condição grave no nascimento.

Devido ao crescimento ativo da criança, torna-se menos espaço no útero, a pele no abdômen é alongada, pode aparecer coceira e descamação, secura e estrias (estrias). Vasos sanguíneos podem ser claramente visíveis na pele do abdômen. O útero pode apertar a bexiga e os rins, o que causa micção freqüente e pode provocar processos inflamatórios com uma predisposição para eles.

Devido a uma mudança no centro de gravidade, há uma mudança na carga sobre o corpo, que pode se manifestar em dores nas costas e região lombar, ginástica e fitness, ioga, uso de bandagem especial, calçado confortável sem calcanhar para aliviar a condição. Além disso, devido à deficiência de cálcio e magnésio, cãibras nas pernas podem ocorrer, o que pode ser muito doloroso. Para preveni-los, você precisa de descanso frequente para as pernas, banhos refrescantes para os pés, tomar preparações de cálcio e magnésio, massagear os bezerros e dar as pernas uma posição elevada.

Desenvolvimento fetal na vigésima quarta semana: tamanho do peso e sexo

No período de 24 semanas de gestação, o bebê cresce até 30 cm e ganha cerca de 600 g de peso. No útero, ele já está apertado, embora ainda possa se movimentar bastante ativamente e mudar a posição do corpo várias vezes ao dia, embora as cambalhotas não funcionem. A fruta está ativa e seus movimentos estão se tornando mais fortes e mais confiantes. Durante o período de vigília, a criança se faz sentir com movimentos ativos, seus movimentos são claramente sentidos tanto pela mãe quanto pelos que estão ao seu redor - se você colocar as mãos em seu estômago ou observá-lo. A criança pode soluçar ou tossir, parece uma contração rítmica no estômago. A criança desenvolveu os ritmos do sono e da vigília, na maioria das vezes ele dorme e sonha, e durante períodos de vigília, ele se move ativamente.

Os órgãos e tecidos da criança são melhorados, todos os órgãos e sistemas estão ativamente envolvidos no trabalho, o bebê até faz movimentos de "respiração", enchendo os pulmões com líquido amniótico e "exalando-os" de volta. Uma árvore brônquica já se formou e, a partir desse período, as superfícies internas dos pulmões gradualmente começarão a ser cobertas com um filme especial - um surfactante que não deixará os pulmões secarem por dentro e se unirem ao expirar. A partir desse período, as glândulas sebáceas e sudoríparas, liberando o lubrificante original, entram em operação gradualmente.

O cérebro está sendo melhorado ativamente - giros, sulcos e centros corticais com conexões neurais são criados nele. Isso permite melhorar os reflexos e os órgãos dos sentidos. A criança pode agora ver e ouvir, distinguir entre gostos e toques. Ele já está mostrando as primeiras emoções e precisa se comunicar com o bebê, mãe e pai. A criança adquiriu características próprias, e agora já vai parecer quase ao nascer, apenas um pouco de gordura se acumulará na região das bochechas. Não menos ativa, acumulará gordura marrom nas cavidades do corpo e sob a pele, essa gordura proporciona um alto nível de energia térmica e ajuda nos primeiros dias da vida do bebê a manter seu metabolismo energético e a temperatura corporal. Devido ao hormônio de seu próprio crescimento, a criança está crescendo ativamente e ganhando peso.

Entrada

O principal sinal de crescimento e desenvolvimento do bebê é o aumento da barriga da futura mãe no dia a dia. Postura e marcha começam a mudar como resultado do fato de que o corpo tenta distribuir uniformemente a massa aumentada. Isso causa dor na coluna lombar devido a uma forte pressão na coluna.

Aquelas mulheres que negligenciaram um estilo de vida ativo, começam a se queixar da algia constante na parte inferior das costas, que está aumentando a cada semana devido ao ganho de peso. Para evitar esse problema e eliminar o aparecimento de estrias, você deve usar uma bandagem pré-natal e realizar exercícios especiais para as mulheres em posição.

O que está acontecendo

Agora seu corpo se adapta às necessidades do bebê, porque o principal é que o bebê deve se sentir confortável para crescer e se desenvolver. Você precisa pensar cuidadosamente sobre sua dieta, já que o bebê toma todas as substâncias necessárias para si mesmo. Sua barriga cresceu tanto que o centro de gravidade está mudando gradualmente. Você pode sentir um aumento na tensão da coluna, sensações dolorosas. Se você se exercita antes da gravidez, seu corpo se adapta mais facilmente. Se não - é hora de começar a fazer exercícios adequados: você pode participar de yoga para mulheres grávidas, uma piscina e cursos especiais de ginástica.

O abdômen aumenta de volume, e em mulheres com pele fina, listras avermelhadas já podem aparecer - estrias. Na maioria das vezes eles aparecem no abdômen, coxas, peito. É hora de começar a usar um meio de estrias. A pele ficará mais elástica, e mesmo que as estrias apareçam, então, com os devidos cuidados, elas ficarão menos perceptíveis e diminuirão mais rapidamente.

É hora de pensar sobre onde você vai dar à luz, quem estará com você durante o parto. Um ente querido ajuda muito durante este período difícil. Não necessariamente um parceiro no parto deve ser um cônjuge, mas a maioria dos pais quer tomar parte ativa em trazer um bebê para o mundo. E, claro, apenas o cônjuge realmente ajudará a lidar com as dificuldades e tornar positiva a experiência do nascimento de um bebê.

Mãe de sentimentos

A maioria das futuras mamães diz que o segundo trimestre da gravidez é o mais agradável. A toxemia dos primeiros meses já está para trás, a barriga já aumentou, mas ainda não causa problemas às mães. O contato psicológico já está sendo estabelecido com o bebê, e você o entende bem. Este é o momento em que você desfruta de um período único de sua vida - carregando um bebê.

Na 24ª semana de gravidez, o desenvolvimento fetal é muito ativo, já cresceu, e uma barriga aumentada pode causar sensações desagradáveis ​​e às vezes dolorosas nas costas. A dor nas costas é muito comum nos últimos meses de gravidez, e agora você deve fazer todos os esforços para aliviar seu bem-estar no futuro. Certifique-se de usar uma bandagem, vai ajudar a reduzir a carga na coluna lombar, apoiar o estômago, além disso, a pele do abdômen se estende menos, com menos freqüência, há coceira, alongamento. Certifique-se de participar de grupos esportivos para mulheres grávidas - você precisa fortalecer bem os músculos das costas. Natação dá um efeito muito bom - juntamente com o treinamento ativo dos músculos das costas, a imprensa seu corpo relaxa e descansa.

Você ainda precisa monitorar seu peso, porque o peso normal da mãe e do bebê durante o parto reduz significativamente o risco de complicações. Normalmente, o seu peso na 24ª semana de gestação não deve aumentar mais de oito quilos. Se esse número for mais, é importante descobrir se não é devido ao inchaço ou se o peso está ganhando. Se você notar que uma faixa perceptível permanece nas pernas após as meias, e ao pressionar na região dos ossos da perna, uma covinha é formada, você deve consultar um médico - ele irá aconselhar o que fazer para evitar o edema.

Vinte e quatro semanas de gravidez com gêmeos é acompanhada por uma carga maior no corpo da mãe, porque o peso total dos bebês é muito maior do que durante a gestação única. Se você puder, você deve ir em licença de maternidade mais cedo, porque com gravidezes múltiplas, o risco de complicações é muito maior.

Estômago na 24ª semana de gravidez

Sua barriga já aumentou significativamente, porque o útero já está a 24 centímetros acima da sínfise púbica. Você pode periodicamente sentir desconforto epigástrico devido ao fato de que o útero aperta os órgãos internos, eleva-os, mas no geral, o estado de saúde é bom. Se você ainda estiver trabalhando, tente fazer pausas e aquecer com mais frequência, para que o estômago não aperte os vasos sanguíneos e o bebê receba oxigênio e nutrientes suficientes. Além disso, como você vai se sentir muito melhor e menos cansado.

Agitação na 24ª semana de gravidez

O garoto é bem forte e seus movimentos se tornaram mais fortes. Ele ainda dorme muito, mas sua mãe sente movimentos ativos várias vezes ao dia. Neste momento, o bebê já pode empurrar fortemente as pernas para a parede frontal da barriga, e com uma mão, você pode sentir isso. Períodos de atividade do bebê podem cair à noite, mas geralmente a mãe sabe bem o que o bebê quer. Talvez ele estivesse com fome, então você deveria ter um pequeno lanche, o bebê se acalmar e você vai dormir bem juntos.

O bebê agora tem espaço suficiente no útero, e ele pode rolar completamente, então sua posição pode mudar.

Nutrição adequada

O bebê está crescendo ativamente e precisa obter todos os nutrientes. Portanto, sua dieta deve ser rica em proteínas vegetais, animais (carne magra, produtos lácteos), legumes, frutas. Certifique-se de comer cereais, pão integral, nozes. Seu bebê está desenvolvendo um sistema imunológico, e você já deve excluir produtos relacionados a alérgenos do menu. Isto é especialmente verdadeiro para aquelas mães que sofrem de alergias (não importa comida ou não) e cujos maridos são propensos a reações alérgicas.

Quitação na 24ª semana

As alocações neste momento não devem ser ricas, leves. Atenção deve ser dada à mudança na cor e consistência da descarga, pois as infecções são perigosas para o bebê. Muitas vezes, as mulheres sofrem de doenças infecciosas de forma oculta, e se a natureza da alta mudou, você precisa de uma consulta médica.

Pesquisa Necessária

Durante este período, você precisa visitar a clínica pré-natal mensalmente e, geralmente, a visita cai nesta semana. Você receberá testes padrão: hemograma completo, urina. Além disso, os obstetras dedicam atenção especial ao controle do nível de açúcar no sangue, uma vez que cerca de dois por cento das mulheres grávidas apresentam um déficit na troca de glicose.

Se a sua gravidez estiver ocorrendo normalmente, você não fará uma ultrassonografia na 24ª semana de gestação. Até esta data, o segundo estudo de triagem que você provavelmente já fez.

Eu estava um pouco atrasado para uma ultrassonografia agendada, que fiz esta semana, e eles me escreveram que o bebê estava em uma apresentação pélvica. Agora tenho 24 semanas de gravidez. A posição do feto ainda pode mudar?

Claro E não só pode, mas certamente vai acontecer. Agora o bebê já cresceu o suficiente para movimentos ativos, e ainda há muito espaço no útero, e pode ser facilmente revertido, mais de uma vez. Então você não deve se preocupar - no momento do nascimento, a posição do seu bebê pode mudar.

O que acontece com o bebê?

Na 24ª semana de gravidez, a criança finalmente define o modo de sono e vigília: 18 a 20 horas para o sono, 4 a 6 horas para várias atividades. Durante o sono, o bebê se acalma e, durante os períodos de vigília, movimenta-se ativamente na cavidade uterina e empurra.

Em tamanho, o bebê parece espiga de milho: pesa cerca de 733 ge atinge 31,2 cm de comprimento

Fofos cobrindo o corpo da criança, tornando-se mais escuros devido ao fato de formarem um pigmento.

Na 24ª semana de gravidez, o órgão da audição e o cérebro são tão desenvolvidos que o bebê já pode determinar sons agradáveis ​​e desagradáveis ​​para ele. Se o som não é agradável, então ele começa a se mover mais ativamente ou, pelo contrário, pára por um tempo. Quando os sons são agradáveis, o miolo se move suavemente no líquido amniótico, empurrando periodicamente a mãe. Agora ele distingue não apenas a voz da mãe, mas também os sons circundantes.

Nos alvéolos dos pulmões (pequenas bolhas nas extremidades dos brônquios) é formado surfactante. Esta substância os cobre por dentro e os impede de grudar durante a respiração. Mas ainda há muito pouco surfactante, então uma criança nascida com 24 semanas não pode respirar sozinha.

Esta semana entre a futura mamãe e o bebê está marcada conexão emocional. Por exemplo, se uma mulher grávida anseia, sente medo ou medo, então o bebê experimenta os mesmos sentimentos. Ao mesmo tempo, ele pára ou se move sem descanso. Essa relação se deve ao fato de o corpo da mãe produzir hormônios do estresse. Através da placenta, atingem as migalhas e podem ter um impacto no cérebro já formado, causando essas ou outras sensações.

O que acontece com a futura mãe: sentimentos

Esta semana, a maioria das mulheres grávidas se sente bem. Um rubor aparece nas bochechas devido ao fluxo sanguíneo para a pele do rosto.

Na 24ª semana de gravidez, o fundo útero atinge o nível do umbigo, e a barriga é claramente visível. O colo do útero começa a se encher com um tampão de muco, que sai pouco antes do parto. A partir desse período, a gestante sente as contrações uterinas, que são denominadas lutas falsas ou Lutas de treinamento em Braxton-Gix. Com a ajuda dessas contrações - contraindo e relaxando os músculos - o útero está preparado para o parto. As sessões de treinamento ocorrem de tempos em tempos, não são regulares e não são acompanhadas de dor severa. Uma mulher pode sentir tremores e contrações do útero, mas eles não trazem desconforto. No entanto, se as contrações uterinas começarem regularmente no mesmo intervalo e forem acompanhadas de dor ou secreção aquosa, isso é um sinal de trabalho de parto prematuro, e uma ambulância deve ser chamada com urgência.

Barriga. Com o crescimento do útero, a barriga da futura mãe aumenta. Por um período de 24 semanas, o estômago sobe e já é bastante arredondado, o que é claramente perceptível para os outros. À medida que o abdômen cresce, a pele começa a se esticar e as estrias podem se formar - pequenas tiras brancas (estrias), com fortes esticamentos, sua cor pode chegar a roxo. Devido ao alongamento, a pele do abdome pode começar a coçar. E, portanto, mesmo antes do aparecimento de estrias, para evitar, você deve começar a usar meios especiais. Além disso, a pele do abdome pode ficar mais fina, os vasos são visíveis.

Dores. O organismo da futura mãe já se adaptou o máximo ao novo estado, e a principal tarefa ainda é a preservação da gravidez. Na 24ª semana de gravidez, as mães são mais frequentemente perseguidas. lombalgia e de volta. Sua aparência está associada a uma mudança no centro de gravidade e uma entorse. Para evitar a dor, você deve:

  • antes da gravidez começar a fortalecer os músculos das costas através do exercício
  • com o início da gravidez realizar ginástica para mulheres grávidas, o que irá fortalecer as costas e coluna
  • desistir de sapatos com um salto
  • depois de uma longa caminhada, deixe os pés descansarem - coloque uma almofada ou um travesseiro sob os pés.

Normalmente, não deve haver outras dores neste momento, mas se elas ainda aparecerem cólicasdolorosa dor no abdômen, é necessário chamar uma ambulância para evitar o nascimento prematuro.

Loteamento. Com o aparecimento da descarga aquosa, é possível com uma tonalidade amarelada e contrações uterinas regulares requerem uma chamada de emergência urgente, em tal situação é praticamente impossível estender a gravidez neste momento. Vazamento líquido amniótico é possível de vez em quando ou regularmente em pequenas porções. Isso acontece quando a membrana fetal está infectada, e é necessária uma consulta urgente de um especialista para resolver a situação. O aparecimento de sangramento, mesmo em pequenas quantidades, pode indicar descolamento da placenta. Purulento, mucoso, com um toque de cores verdes e amarelas, descarga de queijo aparecem na presença de infecção em uma mulher grávida. Normalmente, só pode haver descarga de luz sem impurezas estranhas e odores desagradáveis.

Ganho de peso até o final da 24ª semana de gestação é de 6 a 8 kg por peso antes da gravidez. Agora toda semana o peso da futura mãe aumentará em 300-400 gramas. Para controlar o ganho de peso, recomenda-se pesar uma vez por semana. É melhor fazer isso de manhã, antes do café da manhã, na mesma balança. Você deve visitar o banheiro antes de pesar. É melhor registrar os dados obtidos: eles ajudarão o médico a identificar se há algum desvio do curso normal da gravidez.

Se você tiver adicionado mais de 8 kg, você deve contatar seu obstetra-ginecologista. Uma das causas do excesso de peso pode ser pré-eclâmpsia, o que complica o curso da gravidez.

Bebê aconselha

Por que isso acontece e como identificar o problema sozinho, você aprenderá em nosso artigo.

A vacinação durante a gravidez é um momento importante da preparação pré-natal.

Muitos mitos associados ao sexo durante a gravidez. Na obstetrícia moderna, sexo e gravidez são compatíveis em qualquer período ...

Exame médico

  • A consulta com um obstetra-ginecologista é necessária se a futura mãe estiver preocupada com alguma coisa.
  • nesse estágio, são realizados exames de rotina e, se indicado, se há suspeita de desenvolver uma doença em uma gestante ou deterioração do seu bem-estar.

Análises obrigatórias serão:

  • hemograma completo, onde os níveis de hemoglobina e açúcar são importantes, especialmente em mulheres grávidas com diabetes mellitus ou em risco.
  • teste de sangue bioquímico, que é importante na coagulação do sangue, nos níveis hormonais, etc.
  • urinálise para detectar inflamação no sistema urogenital. Para mulheres grávidas com um fator Rh negativo, cada visita recebe sangue para títulos de anticorpos, a fim de evitar o conflito entre a mãe e a criança.

  • Geralmente, a ultrassonografia não é prescrita para a semana 24, uma vez que foi realizada a partir da semana 17-22. Mas se atribuído, então, por algum motivo, para uma mulher grávida ou para indicadores de monitoramento - isso pode ser uma suspeita de descolamento da placenta e malformações, incluindo anormalidades cromossômicas. Neste caso, todos os indicadores do feto serão verificados com as normas na tabela de indicadores relativos. Além disso, uma mulher irá enfrentar um ultra-som se, por qualquer motivo, ela for registrada depois do prazo.

Dificuldades de transporte

Essas complicações podem ser uma ameaça na 24ª semana de gestação:

Abrupção placentária. Dor no abdômen, costas, juntamente com o sangramento íntimo que se abriu, podem ser sinais de ruptura da placenta. No entanto, com o encaminhamento oportuno aos médicos, o tratamento adequado, é possível manter a gravidez e levar o bebê mesmo com uma grande área de distanciamento.

Insuficiência placentária primária. Se a placenta não desempenha plenamente sua função de fornecer oxigênio e nutrientes à criança, ela prejudica seu crescimento e desenvolvimento. Requer tratamento obrigatório e posterior observação por um médico.

Insuficiência cervical. Este é o nome da patologia da gestação, em que o colo do útero se abre prematuramente, e isso é perigoso devido à ocorrência de um aborto espontâneo. Requer tratamento obrigatório e posterior observação por um médico.

Infecções TORCH - O termo é derivado das primeiras letras de doenças como TOxoplasma (toxoplasmose), Rubella (rubéola), Cyomegalovírus (citomegalovírus), Herpes (herpes). Essas infecções são perigosas quando são infectadas pela primeira vez durante a gravidez, pois podem levar a malformações fetais e aborto espontâneo. São indicações para o aborto. Medidas de higiene e prevenção, incluindo a vacinação de rotina seis meses antes da concepção de uma criança, ajudarão a reduzir o risco de infecção.

Anomalias possíveis

  • hypertonus do útero,
  • diabetes gestante,
  • veias varicosas.

Nota mãe futura: o que pode e não pode

O que é possível para a futura mãe?

  • vá para uma massagem (pré-natal),
  • participar de programas especiais para mulheres grávidas,
  • andar muito ao ar livre (especialmente antes de dormir),
  • durma mais (melhor do lado direito)
  • tomar banhos mornos
  • realizar exercícios de Kegel para fortalecer os músculos do assoalho pélvico e reduzir o controle urinário,
  • ter relações sexuais (na ausência de contraindicações, dor e secreções patológicas intimidade intimidade na semana 24 é permitido. No entanto, você deve escolher posturas que não exercem pressão sobre o útero),

O que NÃO é possível para a futura mãe?

  • mantenha maus hábitos
  • tomar qualquer droga (medicamentos e suplementos dietéticos) sem a aprovação de um médico,
  • faça um raio-x do tórax (incluindo fluorografia) e o abdômen,
  • dorme no estômago e nas costas (isso prejudica o suprimento de sangue do bebê),
  • tomar banhos quentes
  • pintar cabelo, sobrancelhas, cílios (o procedimento pode causar substâncias tóxicas no corpo da mãe e do bebê),
  • fazer tatuagens, maquiagem permanente (o procedimento pode causar substâncias tóxicas no corpo da mãe e do bebê, vírus perigosos como o HIV, hepatite,
  • usar gravidade
  • fique nervoso
  • beber café (especialmente aqueles com pressão alta),
  • contato constante com produtos químicos domésticos.

A necessidade de vitaminas e microelementos

Durante a gravidez, as gestantes precisam de uma nutrição adequada. É importante aprovar vitaminas e minerais pré-natais para fornecer ao bebê e à mãe todos os nutrientes necessários, pois é quase impossível obtê-los dos alimentos.

Vitamina B9 (ácido fólico). Uma das principais vitaminas para as futuras mães. É necessário para a formação do sistema nervoso e DNA das células, formação do sangue, metabolismo, maturação da placenta e, em geral, para o pleno desenvolvimento da criança. Necessário para a prevenção da anemia por deficiência de ferro, melhorando a coagulação do sangue e a imunidade na futura mãe. Onde procurar? Fígado bovino, fígado de bacalhau, folhas de salsa, espinafre, alface, cebolinha, espargos, repolho, leguminosas, ervilhas frescas, cereais, produtos integrais, fermento, queijo cottage, queijo, nozes, sementes de abóbora e girassol.

Vitaminas do grupo B (B1 - B12). Responsável pelo desenvolvimento normal da criança, pelos processos metabólicos entre mãe e filho, pela absorção de nutrientes, assim como, em geral, pela proteção contra agressões ambientais e pelo bem-estar de uma gestante. Além disso, vitamina b1 (tiamina) necessário para a prevenção da pressão arterial baixa (hipotensão), vitamina B2 (riboflavina) importante para a função hepática, vitamina B3 (vitamina PP, ácido nicotínico) participa na manutenção do nível normal de colesterol, Vitamina B5 (ácido pantotênico) Tem um efeito benéfico no trabalho das glândulas supra-renais e tireoidianas de uma mulher e um futuro bebê, vitamina b6 (piridoxina) afeta o crescimento das migalhas cerebrais, vitamina b7 (biotina) responsável pela condição da pele, cabelo, unhas, vitamina b12 (cianocobalamina) necessário para a absorção do ácido fólico. Onde procurar? Cereais, farinha integral, fermento, farelo, grãos germinados, legumes, nozes, verduras (rúcula, acelga, cebola, agrião, espinafre, alface verde, endro, salsa, manjericão), legumes (beterraba, cenoura, repolho, batatas, tomates), produtos lácteos (leite, queijo), carne e vísceras, ovos, peixes e frutos do mar, frutas e bagas (morangos, cerejas, damascos, rosa selvagem, citrinos).

Vitamina A (retinol). É necessário para o funcionamento da placenta, a formação do esqueleto, os órgãos e tecidos da criança, a prevenção de uma diminuição da acuidade visual na futura mãe. Participa do metabolismo e da formação do sangue, ativa a imunidade celular. Onde procurar?Fígado de bacalhau, fígado bovino, enguia, manteiga, creme, queijo cottage, queijo, ovo (gema), pimenta búlgara, abóbora, repolho, cenoura, espinafre, aipo, agrião, alazão, endro, salsa, cebolinha, rosa selvagem, groselha preta, espinheiro mar, rowan vermelho, damascos, frutos secos (damascos secos, damascos).

Vitamina E (tocoferol). É necessário para o metabolismo e síntese de hormônios no corpo da futura mãe, para o desenvolvimento intra-uterino do bebê. Contribui para a prevenção de aborto espontâneo, prevenção de coágulos sanguíneos, previne processos inflamatórios. Onde procurar?Óleos vegetais não refinados, cereais, farelo, grãos germinados, nozes, sementes, tomates, alface, ervilhas frescas, espinafre, salsa, rosa mosqueta, carne, ovos, fígado bovino, leite.

Vitamina C (ácido ascórbico). Fortalece a imunidade da futura mãe, alivia a inflamação, ajuda a prevenir a anemia, varizes, doenças gengivais, é importante para a capacidade de ter um filho. Remove as toxinas do corpo de uma mulher e reduz o risco de estrias. Tonifica os vasos sanguíneos da placenta, minimizando o risco de seu descolamento, melhora o fluxo de oxigênio para o bebê. Onde procurar? Pimenta búlgara, repolho (couve de Bruxelas, couve-flor, brócolis), batatas, cogumelos porcini secos, tomates, azedas, berinjelas, ervilhas, salsa, rabanetes, cebolinhas, endro, agrião, groselha, groselhas (qualquer: preto, vermelho, branco), cranberries, mountain ash, espinheiro mar, morangos, kiwi, melão, frutas cítricas, damascos, pêssegos, maçãs, algas marinhas, fígado de boi e rins, fígado de porco, leite de cabra, koumiss.

Vitamina D (calciferol). É necessário para a absorção de cálcio e fósforo, está envolvido na formação de ossos e dentes, ajuda a prevenir o raquitismo e doenças de pele. Fortalece o sistema imunológico, melhora a glândula tireóide, o sistema cardiovascular da mãe e da criança. Onde procurar? Óleo de peixe, fígado de bacalhau, arenque, salmão, cavala, salmão rosa e outros peixes, fígado, ovos, cogumelos (especialmente chanterelles), leite, manteiga (especialmente ghee), queijo cottage, queijo, espinafre, salsa.

Iodo. É importante para o funcionamento da glândula tireóide de uma mulher grávida, para o desenvolvimento mental e físico da criança. Onde procurar? Peixe de mar, fígado de bacalhau, algas marinhas, sal iodado.

Fósforo Participa na formação de tecido ósseo, juntamente com o cálcio, é necessário para o metabolismo, síntese de proteínas, produção de energia, atividade muscular. Incluído no DNA e no RNA. Onde procurar? Peixe, frutos do mar, carne, queijo, queijo cottage, cereais.

Zinco É necessário para o funcionamento normal do sistema imunológico, metabolismo, crescimento celular, funcionamento da linfa, atividade cerebral e saúde reprodutiva. Onde procurar?Frutos do mar, carne bovina, cordeiro, frango, carne de porco, nozes, sementes de abóbora e girassol, espinafre, chocolate.

Magnésio É importante para o funcionamento normal dos sistemas cardiovascular e endócrino, o metabolismo da mãe e da criança, previne mutações de DNA e RNA, fortalece o sistema nervoso e participa na formação de tecido ósseo. Onde procurar? Água potável, nozes, abóbora e sementes de girassol, gergelim, farelo, grumos, algas marinhas, dogrose, datas, melancia, frutas secas, amoras, framboesas, morangos, espinafre, alface verde, acelga, salsa, cebolinha, aipo, ervilhas , queijo duro, pão de centeio, produtos de farinha integral.

Cálcio É necessário para a formação de ossos e dentes do bebê, o desenvolvimento de seus sistemas nervoso e cardiovascular, a prevenção da osteoporose, problemas com os dentes, cabelos e unhas da futura mãe. Melhora a coagulação do sangue, reduz a gravidade da intoxicação, ajuda a manter os níveis normais de colesterol. Também ajuda a absorção e absorção de ferro. Onde procurar? Repolho, alho, aipo, salsa, laticínios e produtos lácteos, groselhas, groselhas, morangos, cerejas.

Aptidão para mulheres grávidas

Se, antes da gravidez, uma mulher esteve ativamente envolvida em esportes, então durante o período de espera por um bebê, a atividade física pode ser mantida, naturalmente, levando em conta a correção da carga e seu conteúdo. Os especialistas consideram que a natação, a ioga, vários programas e programas pré-natais são a maneira perfeita de se manter em forma.

Especialmente útil caminhando (e ainda mais útil para combiná-lo com um passeio ao ar livre). Você pode dar uma ligeira complicação: por exemplo, subir e descer as escadas (se não houver contra-indicações na forma de asma, doenças articulares, hipertensão arterial e hipertonia do útero). No entanto, a fim de evitar lesões, faz sentido aderir aos regulamentos de segurança, olhar sob seus pés, providenciar pequenas tréguas, controlar a respiração (inspirar pelo nariz e expirar pela boca). E, quanto maior o período de gravidez, use roupas íntimas de compressão, se as subidas e descidas nas escadas forem incluídas no seu ritual diário. E, claro, você não deve definir registros olímpicos!

Malaise durante a gravidez

Infecções respiratórias agudas (ARVI, ORZ). A recepção de muitas drogas a mulheres grávidas proíbe-se, por isso, a lavagem da garganta e a cavidade nasal com a solução salina, a bebida abundante, as decocções de ervas recomendam-se. E, claro, sem auto-tratamento - nos primeiros sintomas da doença, você deve consultar um médico.

Diabetes grávida - um aumento no açúcar no sangue pode causar o chamado diabetes gestacional. Felizmente, com a abordagem certa durante a gravidez, não é uma ameaça para a mãe e o bebê. Embora possa provocar um aumento significativo no peso corporal da mulher e do filho. No entanto, se você controlar o peso, seguir uma dieta saudável e aumentar a atividade física, esses riscos podem ser evitados. Se você tem uma forte necessidade de água, fome, náusea, visão turva e, muitas vezes, ir ao banheiro, avise imediatamente o seu médico para assistir a sua gravidez.

Sapinho. Candidíase (candidíase) é uma doença fúngica, desencadeada por uma alteração nos níveis hormonais, pelo excesso de refrigeração da futura mãe. Parece descarga vaginal de queijo com um odor azedo desagradável, por vezes, coceira, queimando no abdome inferior. Admissível ao tratamento, seguro para o bebê. No entanto, aftas não tratadas pioram durante a gravidez e podem infectar um bebê durante o parto.

Lista de verificação de gravidez de 24 semanas

  • desistir de maus hábitos
  • aderir aos princípios da alimentação saudável (idealmente, anexar a um estilo de vida saudável e cônjuge)
  • encontrar intervalos entre o trabalho e as tarefas domésticas
  • não fique nervoso
  • usar produtos de maquiagem e beleza hipoalergênicos
  • recusar sapatos de salto alto (para a prevenção de varizes, lesões nos tendões e lesões nos ligamentos, para evitar quedas)
  • usar meios contra estrias
  • decidir sobre o hospital maternidade (se isso não tiver sido feito antes)
  • escreva seu “plano de nascimento” (seus desejos sobre como você gostaria que tudo acontecesse) e discuta-o com seu futuro pai

Bom conselho para o futuro pai

Mostrar interesse em visitar a esposa do médico, aprender sobre sua condição e desenvolvimento do bebê. Então, você sempre entenderá quais são as dificuldades enfrentadas pela segunda metade e a ajudará, apoiará e, juntos, você poderá tomar uma decisão se tiver que seguir o conselho da família em relação ao tratamento (se necessário), hospitalização e assim por diante.

Leia mais: o que acontece na 25 ª semana de gravidez.

24 semanas de gravidez: quais sensações estão acontecendo

Metade do período de gestação já foi deixado para trás. Desde a fertilização do óvulo, sua implantação na parede do útero e o último fluxo menstrual, mudanças globais começaram no corpo feminino, incluindo alterações hormonais. Tudo isso foi necessário para que o embrião entrincheirado crescesse, se desenvolvesse e, após certo período de tempo, nascesse.

No primeiro trimestre, todas essas mudanças foram acompanhadas por manifestações desagradáveis ​​de intoxicação e instabilidade emocional, agora, o estado da mulher voltou ao normal. Não é à toa que os médicos chamam o segundo trimestre de carregar um feto a mais calma de toda a gravidez. Durante este período de tempo, a mamãe se sente bem, seus movimentos ainda são livres e leves, e seu estômago cresceu, mas não muito grande ainda.

Na vigésima quarta semana de gravidez, uma mulher começa a notar um rápido ganho de massa. A partir deste período, há uma ameaça de ganhar peso em excesso devido ao aumento do apetite, que aumenta a cada dia. Deve-se notar que o aumento no peso por este período não deve ser mais do que 5-6 quilogramas.

O estado normal para este período é suor excessivo, fraqueza e sonolência. Para lidar com esses fenômenos negativos, você deve relaxar mais e não esquecer de levar um estilo de vida ativo.

De manhã e à noite, uma mulher pode notar inchaço das extremidades superiores e inferiores, decorrentes do trabalho lento dos rins. Para reduzir ao mínimo a possibilidade de edema, você deve beber menos e limitar a ingestão de sal. Se o inchaço for significativo, você deve consultar imediatamente um médico, pois esses sintomas são evidência de problemas renais graves.

Algumas mães marcam a liberação de colostro das glândulas mamárias. Nem todo mundo se depara com um fenômeno semelhante, mas isso é absolutamente normal, porque, dessa forma, o seio se prepara para produzir leite para alimentar o futuro bebê. Para eliminar o desconforto causado pela liberação do colostro, você deve usar uma faixa de sutiã.

Problemas e ameaças prazo 24 semanas de gravidez

Devido ao rápido crescimento do feto e do útero, perto do final do segundo trimestre, o crescimento do abdômen é observado. Se no primeiro trimestre ela permaneceu fixa por um bom tempo, então, na vigésima quarta semana de transporte do feto, não será possível escondê-la mesmo atrás de roupas soltas. Desde esse período, o crescimento do abdome se torna rápido, levando ao surgimento de vários tipos de problemas.

Devido ao alongamento da pele, as coxas e o abdômen ficam expostos a estrias, que são precedidas por prurido intenso. Para evitar a sua ocorrência, você deve ler o uso de cosméticos especiais de estrias do primeiro mês de gravidez.

Ligeira dor nas laterais e na região lombar também aparece. Eles estão associados ao alongamento do útero como resultado de seu crescimento. Essa dor é bastante tolerável e passa rapidamente. Por causa do abdômen arredondado, a futura mãe sente desconforto sentado e deitado, então fica mais difícil ter uma postura confortável.

O crescimento do abdômen também se reflete na marcha da mulher, ela se torna como um pato. Isso se deve a uma mudança no centro de gravidade, fadiga e dor nas costas e nos membros inferiores.

Útero aumentado

O útero continua a crescer e apertar os órgãos na pélvis. A compressão afeta negativamente o trato digestivo e a bexiga. Uma mulher geralmente corre até o banheiro e tem problemas com a defecação. Ela tem azia e flatulência e hemorróidas podem desenvolver no fundo da constipação.

Todos os problemas acima são passíveis de ajustes, além disso, deve-se notar que eles são temporários. Para eliminá-los, você precisa aderir a uma dieta especial e, para a constipação, tomar um laxante suave que possa ser bebido para mulheres grávidas, pois isso não prejudicará o bebê.

Desconforto e dor

Dor e desconforto decorrentes neste momento, mais frequentemente associados a um aumento do útero. Frequentemente acometem a região abdominal, parte inferior das costas, membros inferiores, região temporal e occipital, bem como o ânus na presença de hemorróidas.

Se a dor pode ser tolerada e eles não são agudos, então você não deve se preocupar com isso. Mas se começarem a aumentar, é melhor parecer especialista. Nesta fase, há uma ameaça de aborto espontâneo e parto prematuro. Eles podem ser evitados se você monitorar cuidadosamente sua condição, porque nem sempre é possível salvar o bebê, que nasceu prematuramente.

SARS e febre

Poucas mulheres na situação conseguem evitar resfriados, já que um ou outro período da gravidez necessariamente coincide com o pico da epidemia. O maior perigo, as doenças dos resfriados, são transportados no primeiro trimestre da gestação, quando o feto está apenas entrincheirado no útero e qualquer impacto negativo pode levar ao aborto espontâneo.

Um período de vinte e quatro semanas é um momento mais calmo, quando a possibilidade de aborto é minimizada. No entanto, se o frio não for parado a tempo, pode afetar negativamente o desenvolvimento do feto. É por essa razão que é importante começar a tratá-lo quando os primeiros sintomas aparecem.

Se a condição da futura mãe é estável, ela pode visitar a terapeuta na clínica sozinha. Mas, se ela se sente fraca, há uma dor em seus ossos e sua temperatura é elevada, um especialista deve ser chamado para a casa. Para aliviar sua condição, além das drogas, você pode usar a medicina tradicional, que é representada por inalações e gargarejos baseados em várias ervas medicinais. Recomenda-se também beber em grandes quantidades de chá de framboesa, frutas frutinhas e leite com mel.

Se as leituras de temperatura não excederem 38 graus, elas não devem ser abatidas, mas quando a temperatura subir acima da norma, um antipirético deve ser tomado, o que o terapeuta aconselhará. Do antipirético mais seguro neste momento, o paracetamol deve ser preferido.

Depois da recuperação, é necessário evitar multidões de pessoas para não ficar doente novamente. Para ajudar seu sistema imunológico a se recuperar, você precisa passar mais tempo ao ar livre, levar estilos de vida ativos e ventilar o apartamento.

Corrimento vaginal

A secreção vaginal na vigésima quarta semana de gravidez é quase a mesma de antes da concepção, a única coisa que mudou foi a sua profusão.

Se a descarga é marrom, amarelo, esverdeado, queijo e há um cheiro desagradável, você deve consultar imediatamente um médico. Não descarga normal com estrias sangrentas e uma grande quantidade de fluido nelas. Eles são evidências de um processo inflamatório, problemas na placenta ou vazamento de líquido amniótico.

Você também pode descobrir quais problemas e ameaças acompanham 25 semanas de gravidez, como o bebê se desenvolve e o que ele faz e muito mais. Todas as informações necessárias que você pode encontrar neste artigo.

24 semanas de gestação: desenvolvimento fetal

Nesta fase, a fruta pode ser comparada em tamanho com milho. Sua altura é de 21 centímetros e pesa 530 gramas. No período de 24 semanas de gravidez, a criança amadurece rapidamente os órgãos internos e todos os sistemas de suporte à vida. O bebê ainda não ganhou peso, e sua pele está enrugada e tem um tom avermelhado. Gordura subcutânea apenas começou a ser depositada. Depois de algumas semanas, o bebê vai começar a ganhar peso, suas bochechas, membros inferiores e superiores se tornarão mais gordos e a pele vai clarear.

O cérebro nesse período se desenvolve muito rapidamente. Ele pesa cerca de cem gramas e é pontilhado com uma variedade de convoluções. Na fase de conclusão é a formação do cerebelo e mesencéfalo. Mas mesmo no início do desenvolvimento fetal, o cérebro do embrião pesava apenas dois gramas.

Ossos continuam a se desenvolver e fortalecer. O mesmo acontece com o sistema muscular. Uma criança neste momento já está bem empurrada no útero, agarra o cordão umbilical, cai, move os membros e gira. Ele estabeleceu um ciclo de vigília e sono. O bebê dormindo é agora de 16 a 19 horas por dia.

Os pulmões começam a preparar as migalhas para um processo de respiração independente. Os alvéolos começam a sintetizar um surfactante que permite que os pulmões se abram no nascimento e no primeiro fôlego de um bebê. Se a gravidez termina em trabalho de parto prematuro, então, colocando o bebê em uma incubadora com equipamento especial, você pode salvar sua vida e permitir que os pulmões se desenvolvam completamente.

O rosto da criança já está totalmente desenvolvido, ele tem expressões faciais, dependendo do humor dele. Sobrancelhas e cílios são claramente visíveis. Neste momento, as migalhas de receptores amadurecem, já pode distinguir sabores, reagir à luz e ao som. Se você levar a lâmpada até a barriga da mamãe, a fruta se transformará na luz e abafará as pálpebras.

Há uma aba da camada interna e externa da pele. Um padrão individual é formado nas palmas das mãos e nos dedos do bebê, que mais tarde se tornará sua marca de identificação pessoal.

Análises e estudos na 24ª semana de gestação

Até esta data, a mulher já deveria ter passado por dois testes triplos: para o nível de estriol livre, hCG e proteína alfa-fetoproteína, bem como dois exames de ultrassonografia. Antes da visita planejada à clínica pré-natal, a futura mãe precisará passar por um exame de urina, uma triagem geral de sangue e um teste de soro sanguíneo para o índice glicêmico. No exame, o ginecologista também fará um exame vaginal.

A UAC permitirá que o especialista monitore a saúde não apenas da gestante, mas também do feto, examinando as características dos eritrócitos, leucócitos, reticulócitos, plaquetas, hemoglobina e hematócrito. Eles eliminarão a anemia e o desenvolvimento de processos inflamatórios no corpo.

Com a ajuda da análise de urina, o médico monitora os rins para o dobro da carga. Um índice glicêmico permite identificar a presença de diabetes gestacional, bem como prever os riscos de seu desenvolvimento.

Ultra-som na 24ª semana de gravidez

Um exame de ultrassonografia durante vinte e quatro semanas não é um procedimento de rotina. É feito da vigésima à vigésima segunda semana. Mas se o ginecologista suspeitar que a criança esteja com patologia, ele mandará a mamãe para realizar um procedimento adicional.

Durante a ultrassonografia, o médico irá escutar os batimentos cardíacos do feto, verificar se o seu desenvolvimento corresponde à idade gestacional, examinar os órgãos já formados e diagnosticar sua suspeita. A mãe não deve se preocupar com antecedência, pois, para os médicos, esse procedimento, embora adicional, é um resseguro.

Mamãe, nesse período a uzista pode dizer o sexo do seu bebê, e também mostrá-lo no monitor do aparelho e, se desejar, tirar a primeira foto do filho.

Nutrição às 24 semanas de gestação

Na vigésima quarta semana de gestação, o mesmo regime nutricional de antes deve ser seguido. O menu deve ser rico em frutas e legumes, cereais, pão, massas, verduras, azeite, nozes e feijão. Também na dieta deve entrar na carne, queijo, peixe, creme de leite, ovos e iogurte.

É necessário excluir álcool, doces, pratos condimentados salgados e pimenta, produtos semi-acabados, panificação, chá forte e café. Alimentos altamente calóricos não trazem benefícios, mas, ao contrário, causam um rápido ganho de peso, enquanto alimentos salgados provocam o aparecimento de edema.

O cardápio também deve incluir alimentos contendo ferro que previnam a anemia. Eles são representados por carne, trigo mourisco, caqui, suco de romã. Para obter vitaminas você precisa comer cerejas e cerejas, couve e páprica, e fibra pode ser obtida a partir de frutas e legumes. No dia em que você precisa beber até dois litros de água e consumir alimentos com freqüência e em pequenas porções.

Complexos vitamínicos

Nem sempre é possível obter a quantidade certa de vitaminas para o corpo da mamãe e do bebê a partir dos alimentos, por isso os ginecologistas escrevem complexos vitamínico-minerais para seus pacientes. Uma necessidade especial de tais lecoformas surge no período de outono-inverno. A indicação para tais drogas é a idade da mamãe mais de trinta anos e alergias, por causa da qual você tem que limitar sua dieta.

No entanto, antes de ir à farmácia para vitaminas, você deve consultar seu ginecologista. Só ele poderá escolher um complexo adequado levando em consideração o curso da gravidez e as características do corpo que a mãe possui. Tomar essas vitaminas deve ser estritamente aderir à dosagem.

Atividade física na 24ª semana de gestação

Um papel importante no curso da gravidez e da saúde de uma mulher é desempenhado por sua atividade física. Prolongada sentado no computador ou na frente da TV afetará negativamente a saúde das múmias. Ela terá excesso de peso, o que complicará o parto, a dor nos membros e nas costas, além de letargia e apatia.

Para manter seu corpo em boa forma, basta dedicar tempo para longas caminhadas no parque. Deve-se notar que uma estadia de cinco minutos na rua não fará nada, a caminhada deve ser pelo menos meia hora. Além disso, uma mulher pode se inscrever para a aptidão para gestantes, hidroginástica, yoga ou aulas no salão com um personal trainer.

O principal é fazer exercício físico regular e não causar sobretensão.

24 semanas de gravidez: recomendações ginecologistas

Para que a vigésima quarta semana de gravidez passe sem problemas, a gestante deve seguir as seguintes recomendações:

  • Se este período cair no pico da epidemia de gripeUma mulher deve evitar grandes concentrações de pessoas e comer alho e cebola, o que é bom para eliminar patógenos. Você também precisa garantir que o ar da sala não fique estagnado e sempre fresco.
  • Ao fortalecer o edema das extremidades superiores e inferiores deve consultar um especialista. Se medidas oportunas não forem tomadas, esse problema pode se transformar em pré-eclâmpsia, levando à interrupção do funcionamento do coração, do sistema nervoso central, dos rins e do futuro fígado da mãe. Para uma criança, esta doença também acarreta um grave perigo na forma de insuficiência placentária e outras anomalias perigosas.
  • Por um período de vinte e quatro semanas contusões e quedas devem ser evitados, como eles podem levar a sérias conseqüências, especialmente se for uma contusão do abdômen.
  • Desde que o bebê neste momento já está bem ouvir mãe e reconhecer sua vozEla deve falar com ele o mais rápido possível, tocar seu estômago, acariciá-lo e dizer palavras agradáveis ​​para a criança. Você pode dar migalhas para ouvir música clássica. Tal interação ajudará a mãe e a criança a estabelecer um relacionamento próximo, mesmo antes de seu nascimento.

Para se preparar para o parto, a mulher deve realizar exercícios de Kegel, que fortalecerão os músculos da vagina, do períneo e do baixo-ventre.

Sexo na 24ª semana de gravidez

A proximidade por um período de vinte e quatro semanas deve ser suave, calma e sem pressa, sem experimentos são permitidos. Um casal não deve esquecer o conforto e a segurança das migalhas, evitando a pressão sobre o estômago. Para o resto, nenhuma restrição é fornecida.

Um ginecologista pode impor uma proibição ao sexo, caso haja algum problema com a saúde da futura mãe ou haja uma ameaça de parto prematuro. Além disso, o sexo pode ser banido com pré-eclâmpsia, muita ou falta de água, erosão cervical e gravidezes múltiplas.

Conclusão

A 24ª semana de gravidez é marcada não apenas por mudanças externas abruptas no corpo da futura mãe, mas também pelo surgimento de uma conexão especial entre ela e o bebê.

Para que o tempo restante de espera para o bebê passar sem incidentes, essa conexão precisa ser fortalecida e, é claro, você deve monitorar seu bem-estar e a saúde da criança, depois esperar que ele nasça será feliz e sereno.